top of page
  • Foto do escritorCINEMA ALDEIAS TABAJARA

Aldeias Tabajara em Formentação Cultural


Os primeiros meses de 2024 foram marcados não só pelo avanço na luta pela demarcação da terra indígena Tabajara, mas também pelas ações culturais realizadas nas aldeias. Nos dias 16 e 17 de março, ocorreu na aldeia Vitória, o primeiro encontro para as gravações do documentário Tupi’henga. O curta-metragem é conduzido pelo jovem estudante de tupi Victor Tabajara e produzido pelo projeto multimídia Casa Awá.


Protagonizado por Victor Tabajara, Vitória Tabajara e Álvaro Tabajara, o filme aborda questões sobre a perda da língua, a importância da educação entre os jovens e a transformação na aldeia após as aulas de tupi.


Já na Aldeia Barra de Gramame, foram realizadas em três finais de semanas, as exibições do projeto Cineclube Moara. O projeto visa fortalecer a ação das mulheres indígenas no cinema, promovendo a identidade étnica e a cultura dos indígenas Tabajara da aldeia.


O Cineclube exibiu vários documentários produzidos por indígenas. Entre eles, destaca-se o documentário “Moara - A Cura vem da Mata”, que integra o projeto de dissertação de mestrado da indígena Tai Tuwi´xawã. Esse documentário conta sobre a relação das mulheres da aldeia Barra de Gramame com as plantas medicinais.


Na Aldeia Nova Conquista Taquara, o projeto de capacitação Formação Audiovisual Indígena Tabajara Taquara (FAITT), está realizando oficinas gratuitas com objetivo de induzir pessoas de Povos ou Comunidades Tradicionais, comunicadores populares e ativistas na formação audiovisual.


Visando promover o pertencimento cultural e fortalecer memória e ancestralidade através da troca de conhecimentos, o projeto oferecerá oficinas de roteiro, documentário, direção, produção, direção de fotografia, capacitação de som direto, montagem, distribuição, acessibilidade e laboratório prático.


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page