top of page
  • Foto do escritorCINEMA ALDEIAS TABAJARA

Universitários do Povo Tabajara da Paraíba participam do X Encontro Nacional dos Estudantes Indígenas (ENEI), 2023 na Paraíba

O 10º Encontro Nacional dos Estudantes Indígenas, teve como tema “Análise e Conjutura da Presença Indígena no Ensino Superior na Última Década.’ O evento foi realizado entre 16 a 20 de outubro de 2023, na Aldeia Jaraguá,  território Potiguara, no município de Rio Tinto, PB. O evento contou com a presença de dois mil e seiscentos estudantes indígenas inscritos, reunindo representantes de diversas etnias indígenas de todo o Brasil. Atualmente é o maior, a nível de universitários indígenas em todo Brasil. Os principais temas discutidos no encontro foram os desafios enfrentados pelos estudantes pelo acesso, à permanência e um ensino mais inclusivo para os povos originários, bem como, o mercado de trabalho, o retorno aos territórios e as baixas oportunidades de atuar nos seus territórios. A programação do evento contou com atividades culturais, Rodas de Diálogos, Fóruns, exposição e apresentação de trabalhos. Neste ano, estudantes da etnia Tabajara da Paraíba, tiveram a oportunidade de apresentar suas pesquisas realizadas com sua comunidade.


Cristina da Conceição Resende, estudante do Programa de Mestrado Profissional em Artes em Rede Nacional (PROFARTES/UFPB), participou e contribuiu com o evento de forma valiosa apresentando sua pesquisa, intitulada "Danças e Pinturas: arte indígena para demarcar o corpo e a sala de aula," dentro do eixo temático da Educação Indígena. Durante a entrevista, a Professora Cristina Tabajara expressou imensa gratidão em compartilhar sua pesquisa com seus parentes em um evento tão significativo quanto o ENEI. Destaca-se também a contribuição de Natália Rodrigues da Silva, com o artigo:  "Perfil Nutricional e Desenvolvimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis em Indígenas". Natalia Tabajara (nutricionista), estudante do Centro Universitário UNIESP, cursa Pós-Graduação em “Nutrição Clínica com ênfase em doenças crônicas,” expressou sua gratidão e importância em demarcar espaços acadêmicos e sociais, para abordar temas relevantes, como a educação e saúde indígena. O espaço que acolheu a edição 2023, foi bastante emblemático, o histórico Casarão dos Lundgren, um local que testemunhou diversos conflitos durante o processo de instalação da Companhia de Tecidos Rio Tinto (CTRT) no século XX marcado por disputas entre a família Lundgren e a população indígena Potiguara da Paraíba. O X ENEI proporcionou um espaço para o intercâmbio de conhecimentos, partilha de saberes, tradições, fortalecimento dos laços de união e resistência entre os estudantes indígenas, promovendo a valorização da diversidade e das culturas ancestrais presentes no Brasil.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page