top of page
  • Foto do escritorCINEMA ALDEIAS TABAJARA

Palestra Aborda os Impactos da Tese do Marco Temporal para os Povos Indígenas em parceria com o Projeto Anama Potiguara e a UFPB.



No último dia 26 de julho, o Projeto de Extensão Anama Potiguara, fruto da colaboração entre a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) junto aos povos Tabajara e Potiguara, promoveu uma palestra de importância significativa no cenário dos povos indígenas. O evento, realizado no auditório da Reitoria da UFPB, em João Pessoa - PB, concentrou-se na análise dos resultados da tese do marco temporal sobre essas comunidades. A palestra contou com a notável participação de diversas personalidades que desempenham papéis proeminentes em questões indígenas. Entre os palestrantes, destacam-se Robson Potiguara, Cacique Ednaldo Tabajara, Dr. Luciano Maia do Ministério Público Federal (MPF), José Godoy, procurador da República, (MPF), Kelly Oliveira, e Estêvão Palitot, da UFPB e da Associação Brasileira de Antropologia (ABA ). 

Este evento recebeu estudantes provenientes de escolas indígenas do município de Baía da Traição e da Aldeia Monte-Mór, Rio Tinto, bem como alunos de graduação e pós-graduação. Além disso, contou com a presença de indígenas, líderes e representantes dos povos Potiguara e Tabajara da Paraíba. A palestra buscou abordar os desafios e repercussões resultantes da aplicação da Tese do Marco Temporal, uma discussão vital para os povos indígenas, particularmente dentro do cenário de movimento de retomada dos povos indígenas da Paraíba. A iniciativa demonstra o comprometimento da parceria Anama Potiguara e UFPB em promover diálogos esclarecidos e informados sobre questões que afetam profundamente a realidade e os direitos dessas comunidades ancestrais. A colaboração entre a UFPB e as comunidades indígenas continua a desempenhar um papel crucial na promoção de debates construtivos e na busca de soluções diante dos complexos desafios enfrentados pelos indígenas no Brasil.


Autores deste verbete: Laura Lujan Ausilio Diniz

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page