top of page
  • Foto do escritorCINEMA ALDEIAS TABAJARA

Alunos do curso de ciências das religiões da UFPB promovem diálogo significativo intercultural em visita à Aldeia Vitória

Em uma enriquecedora atividade de campo, estudantes do curso de Ciências das Religiões da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) participaram de uma visita marcante à Aldeia Vitória, estabelecendo um diálogo significativo com a comunidade Tabajara. O propósito desta visita transcendeu a teoria acadêmica, buscando entender as relações entre cultura, religião e espiritualidade, ao mesmo tempo em que abordava questões vitais de identidade cultural e direitos territoriais. A proposta central da visita era criar um espaço de intercâmbio e reflexão sobre a influência das crenças religiosas, mitologia e símbolos culturais dentro do contexto do curso de Ciências das Religiões. 

A Aldeia Vitória, onde os moradores seguem a fé evangélica, compartilharam suas perspectivas sobre espiritualidade e religião, abrindo espaço para um diálogo intercultural valioso. No centro das discussões esteve o discurso inspirador do cacique Ednaldo, líder da comunidade. Ele trouxe à tona as preocupações com os direitos territoriais e a preservação da cultura indígena diante ao Marco Temporal. Ednaldo enfatizou a urgência de proteger as práticas culturais e a identidade dos povos indígenas, e as consequência dos futuros conflitos que levam ao etnocidio desta cultura desde a colonização. Em sua fala descreve: ̈ Antes nossos conflitos eram na bala e na faca, hoje é com canetas¨

Os estudantes tiveram a oportunidade de imergir nas experiências e sabedoria dos Tabajaras, aprimorando seu conhecimento acadêmico com perspectivas autênticas e enriquecedoras. Essa atividade de campo não apenas fortaleceu os laços entre a academia e a comunidade, mas também reforçou a importância da abordagem sensível e respeitosa das questões religiosas e culturais. Através do diálogo e da troca de conhecimentos, a visita ressaltou a capacidade de construir um futuro inclusivo e sustentável, onde a riqueza da diversidade cultural e os direitos fundamentais das comunidades indígenas são valorizados e protegidos com empenho conjunto.



0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page